Gostou? Clica aqui:

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

JURIS INTERESSANTES: COISAS EXTRAVAGANTES - FRANCISCO IRINEU BRZEZINSKI


Título: Juris Interessantes
Subtítulo: Coisas Extravagantes
Autor: Francisco Irineu Brzezinski
Editora: Juruá
Exemplar: 261
Ano: 2013
Cidade: Curitiba-PR (a editora é da capital)
ISBN: 978-85-362-4268-2

Eba! Mais um livro de autor da minha cidade!

Eu já falei aqui sobre o "Um olhar sobre a AIDS" que é um livro escrito por autoras daqui. Hoje apresento mais um.

Francisco Irineu Brzezinski foi um grande amigo da minha família, faleceu este ano e, meses após a sua morte, foi lançado o livro do qual vou falar neste post.

A biografia do autor está escrita brevemente na orelha do livro (foto abaixo, clica que aumenta)




Após anos de experiência como promotor e advogado, escreveu o livro "JURIS INTERESSANTES - COISAS EXTRAVAGANTES" em que narra diversos juris interessantes ou que ocorreram coisas extravagantes.

Há muitas histórias engraçadas, todas verídicas, sendo trocados os nomes das personagens.

Claro que é um livro mais interessante para quem faz Direito, mas a linguagem é acessível, podendo ser lido e compreendido por qualquer pessoa.

Alguns casos são mais engraçados outros menos, mas a maioria traz histórias bem inusitadas, como o "Júri da Cobra" em que uma cobra apareceu no meio do julgamento, assustando a todos.

Ganhei o livro no lançamento (vários exemplares, como era a vontade do autor, foram distribuídos no lançamento).

Ao fim do livro ainda tinha o hino de Campo Mourão que me surpreendi percebendo que sei de cor até hoje, segue foto:



Citações:

"(...) Lá pelas tantas, a acusação colocou as mãos sobre o aparato que separava os jurados dos que assistiam ao julgamento pronunciando-se assim:
-Senhores julgadores; o delito ocorreu próximo à Casa da Justiça e aqui  da janela pode ser observado o forno no meio do pequeno campo em que o churrasco de cabrito assado era servido. E a que horas? Às quinze (15) horas.
A defesa não se conteve, pediu um aparte e então exclamou:
-Mas Doutor Promotor de Justiça, assando cabrito de tarde?
A resposta do Promotor veio incontinente:
-Vossa Excelência bem demonstra que não conhece a região nem mesmo a sede da Comarca.
Dirigindo-se aos jurados, o promotor acentuou:
-Senhores jurados, desde quando a sede de nossa Comarca tem hora para assar cabrito?" (p.49 e 50)

"-A defesa não tem nada a se desculpar e não tenha dúvida, respeitável presidente, se de fato tivesse cometido ofensas, pediria escusas. Poderia até ficar de joelhos, se o representante da acusação fosse uma moça bonita; portanto, nada de desculpas" (p.54)

"No dia do julgamento o Promotor de Justiça entrou no recinto com muitos livros e depositou-os sobre a tribuna. Nesse interim dirigi-me ao colega de defesa dizendo:
-O promotor me iludiu! Ele trouxe muitos livros, e isso me indica que fará uma grande acusação. Aqui eu não fico, se vire, o réu não pode ficar sem defesa, então o defenda. É só ver o número de livros que o Doutor Promotor trouxe e colocou em cima da tribuna para imaginar a grande acusação que fará.
Continuando a brincadeira que fazia com o estreante, levantei-me e saí em direção ao corredor do fórum. O defensor assistente saiu aos gritos dizendo:
-Não vá, espere! - saiu correndo, pegou-me pelas costas, puxando a beca. Ficou segurando-me pela beca, que estava quase para ser rasgada, e pedia para que eu voltasse, que não o abandonasse na tribuna" (p. 70)

Mais fotos do meu exemplar:







quem quiser adquirir tem disponível no site da editora AQUI por R$ 24,90

Link do Livro no Skoob


Francini Sonsin Aguiar Cervantes





11 comentários:

  1. Caramba Fran! Você leu um livro que fala sobre júris?!
    Tô chocada!
    Não sei se conseguiria ler um livro com esse tema!
    =x

    Beijinhos!!

    Blog O dia da Lila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro tem uma linguagem bem bacana e são tipo "causos" sobre juri rs, é bem divertido. Você conseguiria sim, talvez não gostasse tanto quanto eu, que faço direito, mas conseguir você conseguiria rs

      ;*

      Excluir
  2. Não faço direito, mas fiquei com vontade de ler pelas histórias inusitadas.

    bjOos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem umas bem engraçadas Camila, coisas que a gente nunca imagina acontecer em um juri.

      Excluir
  3. Não conhecia esse livro, confesso, mas nem por isso achei desinteressante, muito pelo contrário, fico com a curiosidade aguçada.

    Clicando Livros
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Lú, ele é lançamento e é da minha cidade (Campo Mourão, interior do Paraná, aliás, como diz o hino, no Centro-oeste do Paraná rs) então não vai ter uma super divulgação, mas é bem legal e tem para vender no site da editora (coloquei o link no post)

      ;*

      Excluir
  4. Oi, Fran! Tudo belê?

    É a tua cara esse livro, hein? Sério e engraçado ao mesmo tempo. Não seria algo que eu compraria, mas vá lá... acredito que seja bom.


    Beijão e ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk por aí Gi, como eu disse, quem faz direito ou gosta da área vai gostar mais mesmo.

      ;*** e ótima semana

      Excluir
  5. Ebaa!
    O meu pai também ganhou um!!
    Assim que ele ler eu tbm lerei :P

    Adoro livros escritos pela "nossa" gente! :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :D Lê e me conta flor, eu te entendo. Quem mora em 'cidade grande' está acostumado com isso de ter autores que morem na mesma cidade, mas para nós é sempre uma emoção a parte, fora que a gente sempre conhece o autor de algum lugar kkk

      ;*

      Excluir

Fique a vontade para comentar. Se quiser receber uma notificação da minha resposta, basta selecionar "notifique-me" abaixo (perto de enviar comentário). Obrigada.